O advogado da atriz Carolina Dieckmann,vai aguardar até o fim do dia para entrar com ação inibitória contra o google



O advogado da atriz Carolina Dieckmann, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, afirmou ao G1 na manhã desta terça-feira (8) que vai aguardar até o fim do dia para entrar com ação inibitória para que o Google retire do ar  buscas relacionadas às fotos em que a atriz aparece nua.

Segundo Kakay, no primeiro contato feito com a empresa, a informação passada foi que eles só costumam fazer a retirada com medida judicial. “Esperamos que o Google use o bom senso e retire as buscas do site deles. Vou aguardar o contato do advogado até o final do dia.

Acredito que eles retirem”, disse o advogado, ressaltando que, caso isso não aconteça, entrará com a ação.
Procurada pelo G1 na manhã desta terça-feira (8) que vai aguardar até o fim do dia para entrar com ação inibitória para que o Google retire do ar  buscas relacionadas às fotos em que a atriz aparece nua.

Segundo Kakay, no primeiro contato feito com a empresa, a informação passada foi que eles só costumam fazer a retirada com medida judicial. “Esperamos que o Google use o bom senso e retire as buscas do site deles. Vou aguardar o contato do advogado até o final do dia. Acredito que eles retirem”, disse o advogado, ressaltando que, caso isso não aconteça, entrará com a ação.

Procurada pelo G1 nesta manhã, a assessoria do Google Brasil reiterou a informação que já havia dado na segunda-feira (7), que não se pronuncia sobre casos específicos.

Extorsão, difamação e furto

Já a polícia informou que abriu inquérito por extorsão qualificada pelo concurso de agentes, difamação e furto. Isso porque a atriz recebeu e-mails exigindo R$ 10 mil para que as imagens não fossem divulgadas, mas preferiu procurar a polícia.

De acordo com Kakay, a primeira vitória do caso foi a retirada, praticamente imediata, das fotos dos dois sites pornográficos, um de Londres e outros dos Estados Unidos, que estavam hospedando as imagens.
“Eles só pediram que comprovássemos que as imagens tinham sido enviadas sem a autorização da Carolina, o que não foi difícil de fazer”, explicou Kakay, informando que enviou link das matérias que estavam sendo veiculadas no Brasil sobre o caso.

Sobre o andamento das investigações e o depoimento dos técnicos da empresa que fez manutenção no computador da atriz, Kakay disse que não vai se pronunciar para não atrapalhar as investigações. Segundo ele, o sigilo foi um pedido do delegado Gilson Perdigão, da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), que investiga o caso.

Ainda de acordo com a defesa, sites que derem publicidade ao caso estão sujeitos a punição. “Em função da capilaridade da internet é difícil identificar todas as páginas que estão divulgando as imagens. Mas todo mundo que der publicidade a isso pode ser punido”, revelou Kakay.

Técnicos de informática são ouvidos

Dois representantes da empresa onde foi feita a manutenção do computador da atriz foram ouvidos pela polícia na noite desta segunda-feira (7). Eles foram ouvidos como testemunhas e o teor dos depoimentos não foi divulgado.

Já Carolina Dieckmann prestou depoimento mais cedo. Ela chegou à delegacia às 9h15 e deixou o local às 16h30, sete horas depois, sem falar com a imprensa. De acordo com a Polícia Civil, também foram ouvidos o empresário e um secretário dela. Os nomes das testemunhas não foram revelados.

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário





Todos os artigos postado no Nada a ver Grilo assim como Os Links, são Indexados Da Própria Internet, o Que Livra Seus Administradores e Usuareos De Qualquer Responsabilidade. Se Algo Contido No Blogger é De Sua Propriedade Ou Lhe Causa Dano/Prejuizo, Entre Em Contato Que Iremos Avaliar o Caso e Retirar o Conteudo o Mais Rapido Possivel; nadaavero@hotmail.com


Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More