Homem é encontrado aos prantos em calçada porque mulher o obrigou a fazer sexo




Uma alemã viciada em sexo foi levada presa depois que um DJ de 31 anos foi encontrado aos prantos, sentado na calçada, incapaz de mover as pernas devido à mulher que o obrigou a fazer sexo por 36 horas seguidas!
O policial que socorreu o chorão disse ao jornal britânico Daily Mail que jamais vai esquecer o olhar que o sujeito lançou  e das palavras que ele disse:  ”Eu a encontrei num ônibus. Ela me convidou apara ir até o apartamento dela. Era o inferno. Eu não consigo sequer andar. Por favor, me ajuda”.A mulher estava a caminho de uma clínica de reabilitação para viciados em sexo quando encontrou a vítima – que não foi a primeira dela – e convidou para sua casa.
“A primeira vítima da alemã havia sido um outro cara, de 43 anos, chamado Dieter Schulz. Os dois se encontraram em um bar, foram até a casa dela, mantiveram relações sexuais até o momento que Schulz descobriu que estava trancado. Segundo a polícia, ele conseguiu dar um jeito de se trancar na varanda e, de lá, telefonar para o serviço de emergência. Schulz disse que a mulher estava tentando matá-lo com sexo e que ele estava preso porque não conseguia sair do apartamento e tampouco conseguia manter o ritmo que ela exigia dele. Sua nova vítima, que não teve seu nome revelado, não teve a mesma sorte: ficou 36 horas nas mãos da devassa.”
E você, choraria ou aproveitaria a situação? A gente brinca, mas abuso sexual é coisa séria, tanto com mulher, quanto com homem (vide o estado em que o cara ficou). Se chorou é porque a experiência, de prazerosa, não teve nada…
_______
Via Roraima Notícias.

0 comentários:

Postar um comentário





Todos os artigos postado no Nada a ver Grilo assim como Os Links, são Indexados Da Própria Internet, o Que Livra Seus Administradores e Usuareos De Qualquer Responsabilidade. Se Algo Contido No Blogger é De Sua Propriedade Ou Lhe Causa Dano/Prejuizo, Entre Em Contato Que Iremos Avaliar o Caso e Retirar o Conteudo o Mais Rapido Possivel; nadaavero@hotmail.com


Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More