Garoto com "pernas de elefante" teme amputação




Vincent Oketch, um garoto de 10 anos de Kampala, em Uganda (África), está vendo sua vida ameaçada por uma doença que nenhum médico conseguiu tratar ainda. Ele tem um problema linfático que faz suas pernas incharem, ficando do tamanho das de um elefante.
Acreditam que ele tenha elefantíase e deformidades na pele, por conta da turgidez (inchaço). Por causa da doença, ele está com o quadril deslocado e com os tornozelos quebrados. 

Mas os testes apontam para fasciite necrosante, uma infecção que vai "corroendo" a pele, geralmente causada por uma bactéria. Se isso for verdade, ele pode precisar amputar as pernas para salvar sua vida.

Como o dianóstico está confuso, o médico Isaac Osire, que dirige uma organização que ajuda crianças de vilas pobres a receber tratamento médico, está pedindo ajuda para o garoto, segundo o tabloide britânico The Sun. 

— O caso é extremamente complexo e nós gostaríamos de descobrir se há alguma coisa que possa ser feita para salvar as pernas dele. 

O pai de Vincent, Tito Opoya, disse que o problema começou quando o filho tinha apenas 18 meses. Seus pais era muito pobres para levá-lo a uma clínica, então as pernas continuaram a crescer e inchar. Agora, ele não consegue andar e mal rasteja. 

Como não dá para usar shorts ou calças, ele é obrigado a usar vestidos ou saias. O pai falou que ele sofre muito com isso: 

— Ele realmente fica chateado porque tem que usar rosa e os outros garotos riem dele. Ele é pequeno, mas suas pernas são muito pesadas e pesam mais do que ele.

R7

0 comentários:

Postar um comentário





Todos os artigos postado no Nada a ver Grilo assim como Os Links, são Indexados Da Própria Internet, o Que Livra Seus Administradores e Usuareos De Qualquer Responsabilidade. Se Algo Contido No Blogger é De Sua Propriedade Ou Lhe Causa Dano/Prejuizo, Entre Em Contato Que Iremos Avaliar o Caso e Retirar o Conteudo o Mais Rapido Possivel; nadaavero@hotmail.com


Share

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More